UMA POLÍTICA AMBIENTAL PARA SÃO-BERNARDO

 

Waldman assinando termo de posse no secretariado de São Bernardo do Campo. A direita, Prefeito Maurício Soares. Maio  1991 (Fonte: Coord. de Imprensa da PMSBC).

  

Experiências que o tempo não apaga, minha atuação como Coordenador do Meio Ambiente de São Bernardo do campo colocou-me frente a frente com forças voltadas para a destruição dos mananciais da represa Billings, dentre estas, particularmente as capitaneadas pelo loteamento clandestino.

O artigo Uma Política Ambiental para São Bernardo do Campo, publicado na seção Opinião do Jornal Folha de São Paulo, expressa um dos enfrentamentos políticos internos à administração relacionados com a implantação da Coordenadoria do Meio Ambiente do município (1989/1992).

A medida vinha sendo protelada desde 1991 por ser entendida, por grupos organizados tanto dentro quanto fora da administração municipal, como empecilho para a ocupação da área de mananciais do município.

Contudo, os mananciais são dignos de toda atenção e lutar por eles foi algo de que me orgulho até os dias de hoje.

 

 

 

O teor integral do texto publicado pode ser acessado no link abaixo.
Clique aqui para fazer o download do arquivo em PDF


Joomla Templates by Joomla51.com